quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Maquilhagem / 5 Novidades de Natal.

Com o avançar de Novembro, o Natal está ao virar da esquina e muitas são as marcas que aproveitam esta altura para atacarem o mercado. Regra geral, a nível de cuidados faciais, a oferta recai nos kits promocionais. Quanto aos perfumes e aos produtos para o corpo, é agora que os aromas quentes invadem as lojas. Por outro lado, as marcas de maquilhagem aproveitam estes meses para revelarem as novidades, muitas de edição limitada, e hoje venho partilhar com vocês cinco dos meus lançamentos favoritos.
É impossível falar de colecções de Natal sem mencionar os produtos da Too Faced que, para mim, é a marca que mais capricha e inova nesse campo. Pessoalmente, destaco o conjunto Boss Lady Beauty Agenda que inclui uma paleta super completa, um mini batom Melted Matte vermelho, uma miniatura da famosa máscara Better Than Sex, uma agenda com vista semanal e autocolantes para a podermos decorar. Muito original, não acham? Outro kit que me chamou a atenção foi o Best Year Ever que tem uma miniatura da BTS e três paletas, uma com tons rosa, outra com sombras neutras e outra que é ideal para maquilhagens nocturnas ou de festa. Para os amantes de batons, a marca criou o Melted Matte na cor Gingerbread Man que confesso que me deixou super curiosa, principalmente por causa do cheiro. Por outro lado, a MAC apostou nos tradicionais kits de glosses, batons, pincéis e vernizes e lançou também alguns batons e sombras individuais. As embalagens são lindas e as cores também, sendo as minhas preferidas as que pus na imagem. Por fim, a Urban Decay ainda não apresentou nada específico para o Natal, mas tem lançado algumas novidades, entre elas a máscara de pestanas Troublemaker. Ela promete pestanas gordas, farfalhudas e diz que tem um efeito bastante duradouro e resistente.

Eu confesso que não me importava nada de experimentar a Troublemaker. E vocês, qual foi a novidade que vos deixou mais curiosos?

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

30 Antes dos 30 / Update #3.

Dizem que demora um pouco mais de um mês até nos habituarmos a uma nova rotina. Bem, eu acho que preciso de muito mais tempo. A verdade é que a minha vida foi mudando ao longo do ano e hoje venho-vos contar um pouco o que aconteceu e também fazer-vos uma breve actualização na lista de coisas que quero fazer antes de ter trinta anos.
 Visitar 20 países diferentes - Este ano, viajei muito mais que o habitual. 2017 começou comigo na Rússia, em Abril, fui passar um fim-de-semana prolongado no Parque Warner Madrid e, um mês depois, fui a Salamanca e a mais algumas cidades espanholas. Na altura dos meus anos, passei em Sevilha para ir à Isla e Agua Mágica e, ainda no Verão, tive a oportunidade de conhecer a República Dominicana, mais propriamente Punta Cana. Tendo em conta que já tinha estado em Espanha e que também já tinha contabilizado a Rússia no Update #2, a minha lista de países visitados conta agora com 11 e, se tudo correr bem, ainda vai aumentar mais um pouco.

♥ Fazer mergulho & Fazer parasailing - Eu sempre disse que quando fosse a um sítio paradisíaco ia aproveitar para praticar estas duas modalidades desportivas. Infelizmente, tenho asma e outros problemas respiratórios, pelo que só posso mergulhar com autorização médica, coisa que, na altura, não sabia nem tinha. Quanto ao parasailing, posso-vos dizer uma coisa: é uma experiência inesquecível! Não é uma actividade radical, antes pelo contrário. Dá para descontrair, ter a sensação do que é voar e, claro, apreciar as vistas. Vou voltar a repetir, sem dúvida!

 Encontrar a minha vocação profissional - Se acompanham o meu trabalho, sabem que acabei o mestrado em 2015 e que em 2016 fui para Londres estagiar. Quando cheguei a Portugal, fiquei bastante doente, o que fez com que decidisse parar durante uns tempos, até porque não sabia que área queria seguir. Entretanto, fiz uns biscates relacionados com as redes sociais e candidatei-me a três bolsas de doutoramento, sempre sem saber o que queria fazer da minha vida. Em Maio, recebi a primeira resposta positiva a uma das bolsas e resolvi aceitar. A verdade é que eu tinha noção que não ia adorar o tema, mas nunca pensei que fosse tão mau, tanto que, um mês depois, desisti! Em Julho, um dia antes de fazer anos, soube que o meu projecto favorito, aquele que eu mais queria, tinha sido aprovado e, pronto, desde Setembro que estou a tratar de papelada, sendo que foi em Outubro que comecei a trabalhar oficialmente. Posto isto, estou há pouco mais de um mês com uma nova rotina e ainda não aprendi a gerir o tempo. Eu sei que aos poucos chego lá e só espero voltar a conseguir estar presente tanto nas redes sociais como aqui no blog! :)

Acreditem, não há nada mais gratificante do que ver os meus objectivos cumpridos. E vocês, também têm uma lista de desejos?

sábado, 30 de setembro de 2017

Cosmética / Os Mais Usados - Verão 2017.

Serei a única a não acreditar que estamos quase em Outubro? A sério, que calor é este? Eu não me estou a queixar, atenção, até porque costumo passar os dias num sítio bastante arejado, mas confesso que já estou com saudades da roupa de meia-estação. Seja como for, há algo que não podemos negar: o Outono já chegou, pelo que está na altura de partilhar com vocês os meus favoritos dos últimos meses.
Há muito tempo que não tinha uma panóplia de produtos tão relacionados com o Verão para vos mostrar, mas não é por esses que vou começar. Bem, quer dizer, mais ou menos. Verão é sinónimo de hidratação e, nesse âmbito, tenho que destacar o Ultra Hydrating Fluid da Sampar e o Stem Cell Cleansing Cream da Rodial. Ambos não se encontram à venda em Portugal, nem sequer estão ao alcanse de qualquer carteira. No entanto, são produtos que adoro, principalmentte o SCCC da Rodial que, além de poder ser usado para limpar o rosto, funciona também como máscara de hidratação que é como mais gosto de o utilizar. Ainda a nível de cuidados faciais, o desmaquilhante da Cien superou as minhas expectativas. É super prático, barato e remove qualquer tipo de maquilhagem. Recomendo! Em relação aos protectores solares, este ano, a La Roche-Posay lançou a Anti-Shine Invisible Fresh Mist* e, de facto, é uma boa opção para aplicar ao longo do dia ou até mesmo na praia, ainda que tenha uma desvantagem: gasta-se num ápice. Por outro lado, não fiquei muito satisfeita com o Photoderm MAX Aquafluide da Bioderma. Na minha opinião, ele não é o mais indicado para peles oleosas e a versão com cor também não é a ideal para quem tem a tez bastante clara.

A nível de produtos capilares, nos últimos meses, andei a testar a espuma Tecni.Art Full Volume da L'Oréal e posso-vos dizer que funciona super bem em cabelos encaracolados. No entanto, o mesmo não se aplica à linha Soleil da Kérastase. O champô não é nada de especial e a máscara, ainda que resulte, não acho que seja suficientemente boa para merecer o investimento. Verão é também sinónimo de depilação perfeita e a Gillette Venus Swirl foi, sem dúvida, uma excelente aliada. Eu era bastante céptica acerca desta marca e não compreendia como é que podia ser tão melhor que as restantes lâminas que se encontram à venda no supermercado, mas, de facto, não se compara. Nunca senti a pele tão sedosa depois de fazer este tipo de depilação e, para mim, essa é a sua grande vantagem. Quanto aos cremes para o corpo, usei e abusei do Honey Touch da Rituals, da manteiga corporal Virgin Mojito* da The Body Shop e do creme* da Canavezes, sendo estes dois últimos óptimos pós-solares. Em relação aos protectores solares, as duas estrelas deste ano foram o Photoderm Bronz* da Bioderma, um artigo que pode ser aplicado, literalmente, dos pés à cabeça, e o Óleo Canela* d'O Boticário que cheira tão bem que eu só tenho pena que não esteja disponível numa protecção solar superior. Por fim, o perfume que representou o meu Verão de 2017 foi, sem dúvida, o Coffee Woman Paradiso* d'O Boticário.
E vocês, quais foram os protectores solares que mais usaram?
*Produtos patrocinados

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Wishlist / A Cobiçar #32...

Eu acho que já partilhei com vocês que sou uma pessoa de fases. No auge da minha adolescência, a primeira coisa que cativou o meu olhar foi o calçado, mais propriamente ténis. Anos mais tarde, quando me apercebi que era alérgica a todas as bijutarias e que não valia a pena desperdiçar mais dinheiro, decidi investir na Pandora e noutras marcas de joelharia. Já no final da minha licenciatura, acordei para o mundo da beleza e, durante alguns anos, poucos eram os cremes, a maquilhagem e produtos do género que não me deixavam curiosa. Hoje em dia, estou numa fase de preencher lacunas e compro de tudo um pouco, de forma mais comedida e ponderada. Invisto mais em coisas de melhor qualidade ao invés de gastar trocos em tralha. Enfim, são fases da vida que me permitiram explorar melhor os meus gostos e delinear mais a minha forma de ser. Quanto ao post de hoje, e no seguimento desta temática das compras, venho partilhar com vocês meia dúzia de coisas que gostava de adquirir nos próximos meses.
Para quem não sabe, eu tenho um iPhone 6S e, ao contrário da maioria das pessoas, eu não tenho muitas capas. Bem, verdade seja dita, eu sou muito esquisita e não é qualquer uma que me agrada. As capas que eu gosto não podem ser muito rijas, pois essas partem-se com facilidade, e também têm que combinar com o rose gold do meu telemóvel. A da H&M tem tudo aquilo que eu procuro e mal posso esperar para a ter nas minhas mãos. Por outro lado, e numa era em que o material de escritório está tão na moda, eu ando loucamente à caça do caderno perfeito para aglomerar pequenas recordações das minhas viagens. Se conhecerem alguma marca que venda cadernos lisos, sem argolas, com um elástico para o ajudar a fechar e uma capa bonita e dura, digam-me! Eu já procurei em quase todas as lojas e não encontro nada de jeito.

Tal como vos disse, eu adoro calçado, mais propriamente ténis. Esqueçam os sapatinhos de senhora, elegantes e pouco confortáveis, esses não são para mim. Eu tenho um estilo muito próprio e, dentro de todas as marcas, uma das minhas favoritas é a Adidas. Há vários modelos que me agradam, mas o que eu mais gosto é o que está na imagem, um exclusivo da JD Sports que eu acho lindíssimo. E vocês, o que acham? A nível de beleza, preciso de um creme para a noite. Eu ainda não explorei muito esse campo, apenas experimentei um ou outro, e, desta vez, acho que vou apostar no Idéalia Night da Vichy. Por fim, e no seguimento das coisas que quero fazer antes de ter trinta anos, tenciono investir no Invisalign, um aparelho ortodôntico que eu espero que melhore o meu sorriso.

E vocês, já colocaram algum aparelho ortodôntico? Se sim, como foi a vossa experiência?

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Portfólio Mensal / Verão 2017.

Os portfólios estão de volta e, desta vez, venho partilhar com vocês como foi o meu Verão. 2017 tem sido um ano de viragem, onde aproveitei todo o tempo que estive ausente das redes sociais para me reencontrar e tentar perceber o que quero fazer da minha vida. Vivi mais offline e isso soube-me muito bem. Fiz várias coisas que sempre quis fazer, mas que por algum motivo adiei e, acima de tudo, vivi. Verdade seja dita, há muito tempo que não tinha um Verão assim: tão divertido e cheio de experiências novas.
Eu adoro conhecer restaurantes novos. No entanto, e apesar de ter a possibilidade de comer fora com alguma frequência, os sítios que frequento são quase sempre os mesmos. Ao longo dos meses de Verão, houve algumas excepções, sendo que recomendo principalmente a Fábrica dos Sabores (primeira imagem), o café Friendly Flamingo, o sushi do Verde e Amarelo (segunda imagem) e o sushi d'O Japonês. Por outro lado, em Junho, tive a oportunidade de fazer uma mini sessão fotográfica, na Hair Fashion Night patrocinada pela L'Oréal, e adorei tanto o conceito do evento como as fotografias que me tiraram. E vocês, gostaram? Julho é o mês do meu aniversário e, desta vez, decidi fazer uma coisa que já queria fazer há algum tempo: comemorar o meu dia de anos num parque de diversões. O escolhido foi o Aquashow, um parque que eu já conhecia e que, na minha opinião, é o melhor do Algarve. Inicialmente, tínhamos pensado em ir apenas ao Aquashow, mas acabámos por aproveitar a nossa estadia no Algarve para irmos à Isla e à Agua Mágica (ambos em Sevilha). A Isla Mágica também não era novidade para mim, mas soube-me muito bem voltar. Os dois parques não são muito grandes e vêem-se bem num dia inteiro, por isso, se forem ao Algarve, não hesitem! Julho terminou e veio o mês de Agosto, um mês que foi muito melhor do que estava à espera. A ideia era andar entre a Margem Sul e Viseu e depois usar o mês de Setembro para conhecer um país novo, mas os planos alteraram-se completamente e de uma semana para a outra tinha uma viagem para as Caraíbas planeada.
O destino escolhido foi Punta Cana, um sítio que não pensava conhecer tão cedo (afinal, eu não sou grande fã de praia), mas que correspondeu totalmente às minhas expectativas. Eu fiz praia, piscina, participei em algumas actividades do hotel, comi muito, fiz excursões, parasailing e até fiquei bronzeada! Enfim, diverti-me imenso e confesso que mudei a minha opinião acerca deste tipo de férias. Tal como vos disse, eu queria ir a Viseu e foi exactamente isso que fiz pouco tempo depois de voltar das Caraíbas. Para quem não sabe, eu tenho lá família, pelo que é uma cidade que visito com alguma frequência. Um dos sítios que mais gosto e que, infelizmente, só há nesta altura do ano é a Feira de São Mateus. A feira é enorme e, na minha opinião, super completa em termos de comida, carrosséis e compras. Recomendo mesmo muito! Em relação à penúltima fotografia, já há imenso tempo que queria conhecer o Subenshi (Aveiro), um restaurante de sushi que tem fama de ser um dos melhores dos país e, de facto, é bastante bom! Ainda a nível de comida, eu não sei se são como eu, mas já há muito tempo que deixei de gostar de churros. Para mim, a maioria sabe demasiado a frito, algo que eu já não aprecio, principalmente desde que descobri as waffles. Todos os anos como pelo menos uma e a deste ano tinha um aspecto especialmente delicioso, não acham?! :)