quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Cinema / Filmes da Semana #64.

A Comic Con 2019 já está confirmada e, para quem gosta de cinema, séries e cosplay, é um evento a não perder. Eu estive nas duas edições anteriores, mas gostei mais da de 2017, e vocês?! Por falar em filmes, 2018 tem sido bastante rico em heróis e eu agradeço por isso. Ainda no final ano passado, estreou o "Thor: Ragnarok" que eu não adorei e a "Liga da Justiça" que acabou por me surpreender positivamente. Meses mais tarde, a Marvel presenteou-nos com a "Pantera Negra" [!], os "Vingadores: Guerra do Infinito", o "Deadpool 2" e o "Homem-Formiga e a Vespa", tudo títulos que vos aconselho a assistir. Ainda na lista de filmes que vi, gostei e que recomendo vocês a verem também, tenho "Um Crime no Expresso do Oriente", "A Montanha Entre Nós" [!], "Paddington 2", "Jumanji: Bem-Vindos à Selva", "The Commuter: O Passageiro", "Maze Runner: A Cura Mortal", "As Cinquenta Sombras Livre", "A Agente Vermelha", "A Idade da Pedra", "Tomb Raider", "Gringo" [!], "Ready Player One: Jogador 1" [!], "Noite de Jogo" [!], "Guernsey: A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata", "Os Empatas", "Sou Sexy, Eu Sei!", "Han Solo: Uma História de Star Wars", "Arranha-Céus", "Ocean's 8", "Meg: Tubarão Gigante" e "O Espião Que Me Tramou", mas é sobre outros filmes que vos venho falar hoje.

- Johnny English Volta a Atacar
Classificação (IMDb): 6.6/10 ★ Género: Comédia ★ Classe Etária: M12 ★ Duração: 89 min.
Sinopse (SAPO Mag): "Esta nova aventura tem início quando um ataque cibernético revela a identidade de todos os agentes secretos britânicos no activo, deixando Johnny English como a última esperança dos serviços secretos. Chamado de volta da sua reforma, Johnny English entra logo em acção para descobrir o hacker informático responsável pelo ataque. Homem com algumas capacidades e métodos analógicos, Johnny English tem que superar os desafios da tecnologia moderna para ter sucesso nesta missão."
Recomendo? Para mim, o Johnny English é sinónimo de comédia, animação e uma boa dose de acção e, se os primeiros ficaram na memória por bons motivos, este último também não vai ser esquecido tão cedo. Não vos vou mentir, o roteiro não é dos mais criativos nem originais, o que também é natural neste tipo de tramas, mas a prestação do actor e dos restantes membros do elenco assim como toda a produção geral são capazes de entreter diferentes gerações. Recomendo!

- Mundo Jurássico: Reino Caído
Classificação (IMDb): 6.3/10 ★ Género: Acção/Aventura ★ Classe Etária: M12 ★ Duração: 128 min.
Sinopse (Cinemas NOS): "Três anos depois do parque temático e resort de luxo Mundo Jurássico ter sido destruído por dinossauros fora de controlo, a Ilha Nublar é agora um lugar abandonado pelo Homem, enquanto os dinossauros lutam pela sobrevivência na selva. Quando o adormecido vulcão da ilha se torna activo, Owen (Chris Pratt) e Claire (Bryce Dallas Howard) preparam uma missão para salvar os dinossauros da extinção. Owen tem como objectivo encontrar Blue, a sua raptor líder que desapareceu sem deixar rasto, enquanto Claire, que ganhou respeito a estas criaturas, torna-as na sua missão de vida. Ao chegarem à instável ilha, mesmo quando a lava começa a aparecer, a expedição descobre uma conspiração que pode devolver todo o planeta a um estado nunca visto desde os tempos pré-históricos."
Recomendo? Três anos depois, eis que os dinossauros estão de volta. Desta vez, o guião assenta numa premissa bastante diferente: a de salvar os próprios animais de uma ilha prestes em entrar em colapso. A isso junta-se a típica ganância humana, umas boas cenas divertidas e outras tantas de acção. No geral, é um título que merece a pena ser visto e revisto.

- O Mistério da Casa do Relógio
Classificação (IMDb): 6.2/10 ★ Género: Aventura ★ Classe Etária: M12 ★ Duração: 105 min.
Sinopse (SAPO Mag): "Na tradição dos clássicos da Amblin, onde acontecem coisas fantásticas nos lugares mais inesperados, Jack Black e a vencedora de dois Óscares Cate Blanchett protagonizam «O Mistério da Casa do Relógio», da Amblin Entertainment. Esta aventura mágica conta a história de Lewis (Owen Vaccaro), de dez anos de idade, que vai morar com o tio numa casa antiga, cheia de rangidos, onde ecoa o misterioso pulsar de um tiquetaque. Mas a fachada sonolenta da nova cidade estremece com um mundo secreto de magos e bruxas quando Lewis acorda acidentalmente os mortos."
Recomendo? Na minha opinião, OMCR tinha tudo para resultar, mas, infelizmente, ficou muito aquém das minhas expectativas. A história é péssima, demasiado aborrecida e direccionada para o público mais jovem, já para não falar nos efeitos especiais que também deixam muito a desejar. Não gostei, nem recomendo!

- The Incredibles 2: Os Super-Heróis
Classificação (IMDb): 7.9/10 ★ Género: Animação ★ Classe Etária: M6 ★ Duração: 118 min.
Sinopse (Cinemas NOS): "No novo filme da saga «The Incredibles», Helen é chamada para liderar uma campanha que irá trazer os Super-Heróis de volta, enquanto Bob se encontra em casa a tratar das tarefas normais do dia-a-dia, com Violet, Dash e o bebé Jack, cujos super-poderes estão prestes a ser descobertos. A missão deles descarrila e entretanto aparece um novo vilão com um brilhante e perigoso plano que ameaça tudo. Mas os Parrs não fogem a um desafio, especialmente quando contam com Frozone do lado deles. É o que faz esta família ser tão incrível."
Recomendo? Os Incredibles marcaram grande parte da minha adolescência, pelo que, como devem imaginar, há muito tempo que ansiava pela sua continuação. Felizmente, não me senti desiludida e a segunda parte começa exactamente na mesma cena em que a primeira acaba. O guião, para mim, manteve os mesmos níveis de qualidade, sendo uma película que aconselho a todas as idades. Pelo menos, a Andreia com 28 anos gostou tanto deste filme como a Andreia com 14 gostou do primeiro.

- Venom
Classificação (IMDb): 7.0/10 ★ Género: Acção/Aventura ★ Classe Etária: M14 ★ Duração: 112 min.
Sinopse (SAPO Mag): "Tom Hardy dá vida ao jornalista Eddie Brock e ao mesmo tempo à criatura que se tornou um dos vilões mais temíveis e populares nas histórias de BD do Homem-Aranha."
Recomendo? O Venom que, outrora foi apresentado como sendo o inimigo do Homem-Aranha, é explorado com a intenção de criar uma personagem capaz de integrar outros filmes da Marvel e de ser acarinhada pelos espectadores. Dito isto, ele não é o típico herói bonzinho, ainda que não seja verdadeiramente mau. O guião também não é dos mais ricos, mas cumpre o seu papel de entreter a plateia. No entanto, não fiquei fã do papel que deram à Michelle Williams. Muito mosca morta, na minha opinião. Ainda assim, é um filme vos recomendo a assistir.

HOT da Semana: "The Incredibles 2: Os Super-Heróis"
NOT da Semana: "O Mistério da Casa do Relógio"

E vocês, qual foi o último filme que foram ver ao cinema? Eu foi o Johnny English! :)

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

30 Antes dos 30 / Update #4.

É oficial: faltam menos de dois anos para entrar nos intas e, por consequência, para terminar o prazo para realizar os objectivos a que me propus no início de 2016. Na realidade, e se fosse hoje, haveria certos pontos que seriam diferentes. Os nossos gostos e prioridades variam com o tempo e isso não tem mal nenhum, antes pelo contrário. Ainda assim, tenho que admitir que me identifico com a maioria das coisas que escrevi e que gostava de as conseguir concretizar. Viajar tem sido o meu grande foco, pelo que em todas as actualizações há sempre algo relacionado com essa temática. Tirando isso, vou tentando eliminar alguns pontos da minha lista e, se vocês forem ver, irão reparar nas diferenças.
♥ Visitar 20 países diferentes - As minhas viagens têm um facto engraçado por trás: regra geral, nunca vou para os sítios que tinha pensado. Os motivos são muitos, mas a origem costuma ser a mesma: falta de organização para planear as férias com antecedência. Como muitos de vocês devem saber, no fim-de-ano tive a oportunidade de conhecer a Turquia (Istambul e Capadócia) e agora fui ao México (Riviera Maya). A ideia para este Verão era explorar o Sudoeste Asiático, mas, como não tive tempo de organizar essa viagem, acabei por decidir aproveitar as promoções de última hora e ir para as Caraíbas. Dito e feito, escolhi o México, depois de ter quase reservado Cayo Coco (Cuba) e Negril (Jamaica), e não estou nada arrependida. O México tem muita coisa para ver, animais para conhecer e ruínas para explorar e, ao contrário do que podem pensar, não é um destino para ficar no hotel a descansar. Com estes dois sítios, treze países já estão e agora é tempo de pensar no décimo quarto. Sugestões?

♥ Nadar com tartarugas - Quem me conhece, sabe que adoro animais e nadar com tartarugas era um sonho que tinha já há algum tempo. O meu objectivo nunca foi ir para um aquário e partilhar esse espaço com elas. Eu queria algo muito mais orgânico, a minha ideia era mesmo nadar com elas no meio do oceano e o México é bastante conhecido por isso. De facto, foi uma experiência indescritível, de certa forma relaxante, e que eu aconselho a toda a gente que goste deste tipo de interacção com os animais.

♥ Ter um sorriso perfeito - No Update #2, partilhei com vocês que tinha tudo encaminhado para dar início à correcção dos meus dentes. No entanto, por diversos motivos, acabei por adiar o tratamento e só há cerca de dois meses é que comecei a utilizar o Invisalign. Actualmente, estou no oitavo alinhador e a experiência não poderia estar a ser mais positiva. O aparelho é praticamente indolor e bastante eficaz, sendo que eu já noto diferenças nos meus dentes. Se tiverem interesse, digam-me nos comentários, pois eu não me importo de voltar a abordar este tópico quando tiver mais resultados para partilhar com vocês.

E vocês, que objectivos têm a curto e médio prazo?

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Wishlist / A Cobiçar #34...

O blog está de volta e eu tenho tanta coisa para vos contar! Em primeiro lugar, o Be Fashion comemorou mais um ano de existência e eu também! Não houve nenhum passatempo e também não tive oportunidade de partilhar com vocês como foi o meu dia, mas posso-vos dizer que tive um bolo lindíssimo com um koala ainda mais querido. De resto, tenho vivido como uma nómada. Andei pelo Porto, Aveiro e Lille sempre em trabalho e sem grande planeamento, ou seja, só sabia quando ia pouco tempo antes da data da viagem. Entretanto, o Verão chegou e as minhas merecidas férias também. Vou ter o mês todo livre e, em breve, irei ter a oportunidade de explorar mais um país diferente. Se quiserem acompanhar a minha viagem, já sabem: sigam-me pelo Instagram! A nível de compras, tenho sido bastante contida e vou comprando alguma roupa e outros artigos consoante a necessidade. De vez em quando, elaboro uma lista de coisas que gostava de ter e é isso que hoje venho partilhar com vocês.
Na minha opinião, uma boa mala eleva qualquer coordenado e já há muito tempo que ando com vontade de ter uma mochila da Longchamp. Não é o meu estilo de mala favorito, eu prefiro a tiracolo, mas a ideia é usá-la essencialmente em viagens que é quando preciso de andar mais carregada. O que me dizem? Invisto na preta ou na azul escura? Eu penso que não é novidade para ninguém que há duas marcas que adoro: a Tous e a Pandora, sendo que esta última tem lançado algumas peças bastante apelativas. A pulseira está no topo da minha lista de desejos, pois é simples, colorida e bastante versátil, mas também não me importava nada de ter uma destas contas com bichinhos pendurados. Por outro lado, e porque esfoliantes é da pouca coisa que ainda não tenho em excesso, está na altura de começar a pensar em repor o stock. Até agora, não houve nenhum produto da Rituals que me desiludisse e tenho a certeza que o esfoliante da linha The Ritual Of Banyu não vai ser excepção. Por fim, estou a precisar de uma nova base, algo leve e fácil de espalhar e a Hello Happy da Benefit parece-me ser uma óptima opção. Já a experimentaram?

E vocês, já têm planos para o Verão? A nível de compras, o que gostavam de adquirir?

sábado, 24 de março de 2018

Mais Andy / Série do Momento #7.

Quem é que ainda não ouviu falar da "La Casa de Papel"?! O mais recente sucesso da Netflix conta a história de um assalto à Casa da Moeda espanhola executado por oito bandidos especializados nas mais diferentes áreas do crime. O cérebro da operação é o enigmático Professor que planeou o golpe até ao mais ínfimo pormenor. Bem, pelo menos, ele pensava que sim...
À primeira vista, esta série tinha tudo para me agradar. Afinal, é um policial e eu adoro assistir a um bom crime. No entanto, o facto de ser uma série espanhola deixou-me um pouco reticente. Eu não sou grande fã da língua e a verdade é que também sou um pouco céptica com tudo aquilo que não é produzido em francês ou inglês. Felizmente, decidi dar-lhe uma oportunidade e a experiência não poderia ter sido mais positiva. O enredo é fantástico, cativante e carismático e a história, bem, tem tudo! Há partes engraçadas, outras mais românticas, mas também tem uma pitada de suspense e de acção. É impossível não criarmos empatia com certas personagens e eu adoro o Denver! Por outro lado, a inspectora podia ter o pulso mais firme. A primeira temporada conta com treze episódios, episódios esses que devorei em meia dúzia de dias, e a continuação vai para o ar já no dia 6 de Abril.

E vocês, já se renderam à "La Casa de Papel"? Se sim, qual é a vossa personagem favorita?

quarta-feira, 7 de março de 2018

Cosmética / Produtos Acabados #42.

Tenho que vos confessar uma coisa: 2017 não foi o ano em que cuidei mais da minha pele, antes pelo contrário. O facto de ter passado grande parte do tempo em casa e depois ter começado a acordar muito cedo fez com que a quantidade de maquilhagem usada passasse de pouca para quase nenhuma. Por consequência, não senti tanta necessidade de ter uma rotina facial tão elaborada, o que fez com que o número de produtos terminados reduzisse drasticamente. No entanto, tenho alguns para vos mostrar e é isso que hoje venho partilhar com vocês.

- Creme de Olhos: Hydraphase, Intense Olhos | La Roche-Posay.
Os cremes para os olhos cuja textura é em gel prometem todos o mesmo: hidratar, descongestionar e atenuar a zona das olheiras. Na minha opinião, são poucos os que efectivamente resultam e o da LRP era um deles, ainda que os efeitos fossem bastante subtis.
Preço: ~ 18€/15 ml
Voltaria a comprar? Talvez.
Onde comprar? Nas farmácias.
Pontuação: ♥♥♥♥♥ ♥♥ {7/10}
- Creme Facial: Blemish Control | Kiehl's.
Quem tem uma pele com tendência a ter borbulhas, sabe a importância do ácido salicílico e de outras moléculas que agem contra o acne. Eu sou sincera, regra geral, não costumo gostar de cremes cujo ingrediente-chave é exactamente esse ácido. No entanto, o Blemish Control revelou-se uma valente surpresa. As minhas espinhas diminuíram e a tez ficou muito mais uniforme. Infelizmente, o mesmo foi reformulado e apelidado de Breakout Control, pelo que não vos consigo garantir se a qualidade se mantém e se continua a ser merecedor do investimento.
Preço: 31€/30 ml
Voltaria a comprar? Sim.
Onde comprar? Nas lojas Kiehl´s ou online.
Pontuação: ♥♥♥♥♥ ♥♥♥♥ {9/10}
- Sérum Facial: Booster, Low-Molecular HA | Hylamide. (x2)
[Review] Eu adoro séruns e o BLMHA foi um dos melhores que já experimentei para reforçar a hidratação cutânea. Não é muito caro e até é relativamente fácil de arranjar. Recomendo!
Preço: ~ 22€/30 ml
Voltaria a comprar? Sim!
Onde comprar? Apenas online: MaquibeautyEscentualBoots, etc.
Pontuação: ♥♥♥♥♥ ♥♥♥♥ {9/10}
- Tónico Adstringente: Ultra Facial Oil-Free, Toner | Kiehl's.
Não sei se se lembram, mas, na altura em que descobri a existência da Kiehl's, decidi investir nos três produtos da linha UFOF. O tónico foi, sem dúvida, o meu favorito. É levezinho, não tem álcool e cumpre a sua função, já para não falar que rende imenso e tem um cheiro super agradável. Gostei muito, apesar de achar que o preço é um pouco elevado para o artigo em questão.
Preço: 20€/250 ml
Voltaria a comprar? Sim.
Onde comprar? Nas lojas Kiehl´s ou online.
Pontuação: ♥♥♥♥♥ ♥♥♥ {8/10}
Na minha opinião, papéis matificantes dão sempre jeito ter na carteira. Os Tea Tree Blotting Tissues da The Body Shop tinham óleo de melaleuca na sua composição, mas já foram descontinuados. Por outro lado, os Blotting Papers da KIKO eram os que tinham mais folhas, folhas essas que vinham com pó matificante incluído, uma bolsa de plástico para as proteger e que se tornaram nas minhas preferidas. Já os All About Matt! Oil Control Paper da Essence, além de serem os mais baratos, eram também os mais básicos, não tendo nenhuma propriedade extra adicionada. Quanto às bandas faciais de cera fria, eu confesso que é um campo que ainda não explorei muito. No geral, todas são relativamente eficazes a remover o pêlo, mas, infelizmente, não há nenhuma que não me faça alergia, sejam elas da Auchan, da Bonté ou até mesmo da Veet.
E vocês, gostavam de testar algum destes produtos?