segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Cosmética / Pep-Start HydroRush Moisturizer da Clinique.

Eu ainda me lembro da altura em que um creme para o rosto me durava um ano e escolher um novo era um suplício. Bem, na realidade, não tinha que passar por esse tormento, uma vez que era tradição receber no Natal um daqueles conjuntos de farmácia para peles oleosas, conjunto esse que me durava quase até ao ano seguinte. Eu admito, não era a minha prenda favorita, mas a verdade é que dava bastante jeito. Os anos foram passando e o tipo de prendas que fui recebendo também foi mudando, até ao ano passado em que a minha tia decidiu voltar às origens e oferecer-me o Pep-Start HydroRush Moisturizer da Clinique.

- Creme Facial: Pep-Start, HydroRush Moisturizer | Clinique.
A linha Pep-Star é o mais recente lançamento da Clinique, uma gama colorida e básica, ideal para quem se está a iniciar no mundo da cosmética e procura algo simples e prático para o dia-a-dia. Em particular, o HydroRush Moisturizer promete hidratar e proteger a pele dos raios solares. Ele tem SPF 20, é isento de óleo e diz que confere um aspecto luminoso à tez, efeito esse que, neste caso, pode ser confundido com oleosidade. Assim sendo, e apesar da marca aconselhar este creme para todos os tipos de pele, eu tenho sérias dúvidas que pessoas que sejam fãs de texturas matificantes gostem deste produto. Felizmente, não é o meu caso, ainda que ache que o HRM dá luz a mais ao rosto. A nível de consistência propriamente dita, a mesma é bastante cremosa, rica, ligeiramente espessa, mas muito fácil de espalhar. No entanto, não pode ser combinada com todos os tipos de séruns nem bases, uma vez que tem alguma tendência para esfarelar. Quanto ao cheiro, a Clinique orgulha-se de fazer formulações sem perfume para não irritar as peles mais sensíveis, pelo que o mesmo não é nada de especial. Eu diria que tem um aroma suave semelhante ao dos protectores solares. Em relação aos ingredientes, este creme contém um derivado do ácido salicílico, uma molécula associada ao combate do acne, ácido hialurónico, vários tipos de anti-oxidantes e silicone. Não tem álcool, o que, para mim, é um grande ponto positivo, e o facto de conter silicone faz com que prescinda do uso do primer. Quanto à embalagem (50 ml), tenho sentimentos opostos para vos relatar. Por um lado, é bastante vistosa, bonita e prática, mas, por outro, é um boião e, apesar de conter uma pequena tampa que protege o produto do ar, não é uma embalagem viável para formulações ricas em anti-oxidantes, pelo menos a longo prazo. Em suma, o HydroRush Moisturizer é um hidratante prático, óptimo para o dia-a-dia e, principalmente no Inverno, permite aos mais preguiçosos saltarem o protector solar. É muito confortável, sendo capaz de nutrir e hidratar o rosto, além de que funciona muito bem como intermédio entre o sérum e a maquilhagem, desde que utilizem produtos que não o façam esfarelar. No entanto, tem os seus contras: é demasiado brilhante, a sua embalagem não é a melhor amiga dos anti-oxidantes e implica ter um creme de noite em casa. O preço não é dos mais simpáticos, é certo, mas é um pouco mais acessível que os restantes cremes da marca. Quanto a mim, acho que é uma boa proposta para o Inverno. Eu utilizei-o na Rússia, enfrentei -28ºC e não senti a pele a repuxar. Isso quer dizer alguma coisa, certo?!
Preço: ~ 30€
Onde comprar? Nas perfumarias.
Pontuação: ♥♥♥♥♥ ♥♥♥ {8/10}
Pep-Start
E vocês, já conheciam a linha Pep-Start? Se sim, já experimentaram algum dos seus produtos?

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Perfumes / 5 Aromas Românticos - 2017.

O Dia dos Namorados está quase a chegar e, apesar de haver quem não dê importância a esta data, há também quem não goste de a deixar passar em branco. Seja através de um plano diferente, um gesto mais romântico ou de um presente simbólico, muitas são as formas de assinalar este dia. Eu sou apologista dos pequenos detalhes e, por isso, vou partilhar com vocês cinco perfumes que considero românticos, seja pelo seu cheiro, significado ou até mesmo embalagem. Afinal, uma fragrância é muito mais do que uma junção de notas.
Haverá marca mais sensual do que a Victoria's Secret? Eu acho que não e a verdade é que os perfumes são todos bastante apelativos. O Love Is Heavenly é apenas um exemplo e serve para ilustrar aquilo que eu quero verdadeiramente recomendar: a linha regular da marca. No final do ano passado, começou a ser mais fácil comprar as loções e sprays corporais e, apesar do Continente não ter trazido toda a variedade para as suas superfícies, podem encontrar seis dos aromas mais emblemáticos da marca: Aqua Kiss, Love Spell, Passion Struck, Pure Seduction, Secret Escape e Sheer Love, que é o meu favorito! A nível de fragrâncias de perfumaria, eu tenho três para vos aconselhar: o envolvente Poison Girl da Dior, o clássico Amor Amor da Cacharel e o divertido e apaixonado Ma Vie da Hugo Boss. O primeiro conta com uma abertura ligeiramente cítrica que passa a floral e termina com um toque quente de baunilha e notas orientais. Um aroma intenso e sedutor que está disponível em duas versões: uma mais diluída (EdT) e outra mais concentrada (EdP). Na onda dos florais frutados, o Amor Amor é, sem dúvida, o rei desta época do ano. O seu odor a rosas, groselha-preta, laranja e baunilha tem conquistado corações das mais variadas idades, sendo um dos perfumes mais vendidos do mundo e uma escolha segura para quem o quiser oferecer. Por outro lado, o Ma Vie combina uma embalagem bonita e um nome romântico com vários tipos de flores e madeiras, originando uma mistura alegre, jovial e feminina. Numa perspectiva mais económica, O Boticário inspirou-se na famosa avenida parisiense dos Campos Elísios para criar o Elysée, uma fragrância marcante, ideal para quem gosta de cheiros fortes, fumados e com personalidade. Não é um perfume para toda a gente, mas vale a pena conhecer.

E vocês, já têm planos para amanhã? Se quiserem inspirações de coordenados para as mais variadas situações, visitem a rubrica "Look ao Sábado"! ♥

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Cinema / Filmes da Semana #60.

A rubrica de cinema tem, finalmente, uma cara nova! As mudanças não são muitas, apenas tentei compactar a informação de forma a tornar os meus textos mais fáceis de ler. Brevemente, tenciono também reduzir o número de filmes que analiso em cada post, passando de seis para quatro. O que acham? Eu ainda tenho conteúdo para mais dois domingos e só depois é que todas as mudanças passam a efectivas, mas quero mesmo muito saber a vossa opinião!

- A Casa da Senhora Peregrine Para Crianças Peculiares
Classificação (IMDb): 6.8/10 ★ Género: Acção/Aventura ★ Classe Etária: M12 ★ Duração: 127 min.
Sinopse (SAPO Mag): "Quando o avô de Jacob lhe deixa um conjunto de pistas sobre um mistério que se estende por diferentes mundos e tempos, ele encontra um lugar mágico conhecido como "A Casa da Senhora Peregrine Para Crianças Peculiares". Mas o mistério e o perigo aprofundam-se à medida que conhece os moradores e se apercebe dos seus poderes especiais... e dos seus poderosos inimigos. Jacob acaba por descobrir que só a sua "peculiaridade" pode salvar os seus novos amigos."
Recomendo? Muito se escreveu acerca da Miss Peregrine, talvez por ser o mais recente trabalho de Tim Burton, um cineasta muito peculiar que ou se ama ou e odeia. Eu estou ali no meio e a verdade é que nem sempre aprecio as suas obras. Quanto a este título, senti que faltava qualquer coisa. Não sei se estava à espera de algo mais elaborado e com um final diferente ou se, simplesmente, criei demasiadas expectativas. Em todo o caso, foi um dos melhores filmes que vi no último trimestre de 2016.

- A Rapariga no Comboio
Classificação (IMDb): 6.6/10 ★ Género: Thriller ★ Classe Etária: M14 ★ Duração: 112 min.
Sinopse (SAPO Mag): "Rachel, inconsolável devido ao seu divórcio recente, passa a sua viagem diária no comboio a caminho do emprego a tecer fantasias sobre um casal aparentemente perfeito que vive numa casa por onde o comboio passa. Um dia, vê acontecer algo que a perturba e envolve-se num mistério que se vai desenrolando."
Recomendo? Este é capaz de ser o filme mais difícil de assistir que vi nos últimos anos. Não estou com isto a dizer que a história é má, antes pelo contrário, é bastante interessante e fora do normal. No entanto, a forma como o guião é explorado exige uma atenção constante do espectador para que este não seja engolido pela trama. Tirando isso, não tenho nada de mal a dizer. Recomendo!

- Bastille Day: Missão Antiterrorista
Classificação (IMDb): 6.3/10 ★ Género: Acção/Aventura ★ Classe Etária: M14 ★ Duração: 92 min.
Sinopse (SAPO Mag): "Michael Mason é um carteirista americano a viver em Paris que se vê perseguido pela CIA após ter roubado um saco que, sem o saber, contém uma bomba. Sean Briar, o agente a cargo deste caso, depressa compreende que Michael é apenas um peão num jogo de terrorismo internacional, mas também o melhor trunfo para desvendar esta conspiração. Indo contra as suas ordens, Briar recruta Michael, cujos talentos de carteirista serão essenciais à investigação. Numa frenética corrida contra o tempo, o duo apercebe-se que ambos se tornaram alvos a abater e que têm de confiar um no outro para poderem derrotar os seus inimigos comuns."
Recomendo? Não é novidade para ninguém que eu sou uma pessoa de acção que gosta de tramas policiais e de Paris. Então, imaginem isso tudo junto num só filme. Óptimo, não é?! Eu também achei, apesar do Bastille Day não ser super inovador nem sequer inesperado. É aquilo que eu chamo de uma escolha segura.

- Inferno
Classificação (IMDb): 6.2/10 ★ Género: Thriller ★ Classe Etária: M12 ★ Duração: 121 min.
Sinopse (SAPO Mag): "O famoso simbologista Robert Langdon encontra um trilho de pistas que conduzem ao próprio Dante. Quando Langdon acorda, com amnésia, num hospital italiano alia-se a Sienna Brooks, uma médica que o ajudará a recuperar as suas memórias. Juntos eles correm pela Europa e contra o tempo para desvendar uma conspiração mortal à escala mundial."
Recomendo? O "Inferno" vem na consequência de outros dois títulos ("O Código Da Vinci" e "Anjos e Demónios") e, infelizmente, ficou um pouco aquém das minhas expectativas. Eu já partilhei com vocês que não sou fã de cenas demasiado computorizadas e foi exactamente isso que me desiludiu. Isso e o facto do próprio guião não ter sido construído da melhor forma, pelo menos na minha opinião. Sem dúvida, é o pior dos três filmes. Agora, se vale a pena ou não? Bem, isso já depende de vocês e dos vossos gostos. Eu vivia bem sem o ter visto, apesar de saber que ia morrer de curiosidade.

- Jack Reacher: Nunca Voltes Atrás
Classificação (IMDb): 6.1/10 ★ Género: Acção/Aventura ★ Classe Etária: M12 ★ Duração: 118 min.
Sinopse (SAPO Mag): "Quando Susan Turner, a Major do Exército que lidera a antiga unidade de investigação de Jack Reacher, é presa por traição, Jack Reacher, sabendo que ela é inocente, ajuda-a a fugir da prisão para descobrir a verdade por detrás de uma alta conspiração governamental, limpar os seus nomes e salvar as suas vidas. Em fuga, Reacher descobre um segredo do seu passado que pode mudar a sua vida para sempre."
Recomendo? Se são fãs do Bourne e das Missões Impossíveis, então, tenho a certeza que vão gostar do Jack Reacher. Como devem calcular, não é a obra do ano, nem sequer é memorável, mas é uma proposta porreira para quem procura algo divertido e mexido para ver. Gostei!

- Os Sete Magníficos
Classificação (IMDb): 7.0/10 ★ Género: Acção ★ Classe Etária: M14 ★ Duração: 133 min.
Sinopse (SAPO Mag): "Com a cidade de Rose Creek sob o cruel domínio do industrial Bartholomew Bogue, a população desesperada contrata a protecção de sete marginais, caçadores de prémios, jogadores e pistoleiros a soldo: Sam Chisolm, Josh Faraday, Goodnight Robicheaux, Jack Horne, Billy Rocks, Vasquez e Red Harvest. Enquanto preparam a cidade para o confronto violento que sabem estar a aproximar-se, os sete mercenários acabam a lutar por mais do que apenas dinheiro."
Recomendo? Honestamente, "Os Sete Magníficos" despertaram em mim sentimentos opostos. Houve cenas e diálogos que eu simplesmente odiei, mas, por outro lado, gostei bastante do facto de não ser a típica história do faroeste com um final feliz. No geral, e para mim, o balanço foi positivo, mas digam-me vocês o que acharam.

HOT da Semana: "A Rapariga no Comboio"
NOT da Semana: -

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

30 Antes dos 30 / Update #2.

Há melhor forma de inaugurar os posts de 2017 do que com a actualização da minha lista de objectivos?! Eu acho que não e, por isso, venho partilhar com vocês algumas novidades e planos para o futuro.
♥ Visitar 20 países diferentes - No Update #1, disse-vos que andava a planear uma viagem para o final do ano passado e, felizmente, aconteceu! O destino escolhido foi Moscovo (Rússia), uma cidade bastante diferente de todas as que conheço e que despertou ainda mais a minha vontade de conhecer novas culturas. Não vos vou mentir, passei um frio de rachar. No entanto, acho que escolhi a altura ideal para visitar Moscovo. Para além da cidade ficar lindíssima cheia de neve, os russos levam o Natal muito a sério. A sério, vejam a hashtag que eu criei com algumas fotografias. Quanto ao país número 11, ainda não sei qual vai ser, mas primeiro tenho outros planos...

♥ Voltar a fazer depilação a laser - Já está! Eu disse-vos que era uma questão de tempo até voltar ao laser e, pronto, já vou para a terceira sessão e estou muito feliz com os resultados.

♥ Ter um sorriso perfeito - A consulta de diagnóstico está marcada e dia 20 de Fevereiro vou saber se posso fazer o tratamento que quero e também ter uma previsão do dinheiro que vou gastar.

♥ Fazer um curso de fotografia - Um dos meus objectivos para 2017 é investir numa boa máquina fotográfica, não só para o blog, mas, principalmente, para mim e para registar os momentos importantes da minha vida com elevada qualidade. O que é que isso tem a ver com o curso? Bem, é simples: a Canon oferece uma aula de 4h na compra de certos modelos. Para mim, isso é mais que o suficiente e, à partida, esse vai ser o curso que vou tirar.

Encontrar a minha vocação profissional - Sabem aquela sensação de que têm jeito para muita coisa e ao mesmo tempo nenhuma se destaca? Eu, infelizmente, sofro desse "mal". Neste momento, diria que a minha carreira vai estar relacionada com a cosmética, mas sinceramente não sei. A verdade é que continuo bastante indecisa.

Por hoje é tudo, mas, digam-me: têm concretizado os vossos sonhos? :)

sábado, 31 de dezembro de 2016

2017!

2016 foi um ano óptimo! Passei metade do tempo em Londres, tive oportunidade de visitar a Escócia e, agora, estou na Rússia. A nível pessoal, decidi deixar de adiar certas coisas que sempre quis fazer porque achava que não era a altura certa e que iria ter mais tempo. Sim, tenho tempo, mas porquê adiar?! É isso que vos quero deixar como mensagem de 2017: não adiem os vossos sonhos e lutem por aquilo que querem! Espero, sinceramente, que o vosso ano de 2017 seja genial! Se quiserem acompanhar a minha passagem de ano, sigam-me no Instagram.